Notícias11

A Dinâmica do Serviço

 Data: 2014-03-17

As Jornadas do Serviço de Urologia do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), na décima segunda edição, vão decorrer, nos dias 4 e 5 de Abril, no Hotel dos Templários, em Tomar.

Urologia Actual: debate hoje, melhor prática amanhã é o tema das Jornadas deste ano, que para o Director do Serviço de Urologia do C.H.M.T., João Dias, traduz "a dinâmica do Serviço vocacionada para uma prestação de cuidados actualizada, moderna e permanente à comunidade, alicerçada no diálogo com os colegas da Medicina Geral e Familiar, de modo a proporcionar uma estratégia de melhoria crescente da qualidade".

            Recorde-se que o Serviço de Urologia do Centro Hospitalar do Médio Tejo tem uma posição consolidada na prestação de cuidados especializados na sociedade, reconhecida a nível regional e nacional, contribuindo de forma inequívoca para a qualidade de vida da comunidade que serve. Tendo sempre como metas a melhor qualidade, maior produtividade, excelência de serviço e sustentabilidade, o Serviço de Urologia do CHMT, em 2013, obteve resultados "muito bons", como afirma o seu Director.

Este Serviço que contou, em 2013, com uma equipa constituída por três urologistas e 21 enfermeiros, realizou 606 cirurgias com internamento, a que acrescem 181 cirurgias de ambulatório; um tempo médio de internamento de 3,4 dias, que superou o ano anterior que registou uma média de 3,7 dias, incluindo neste tempo médio, os internamentos prolongados resultantes de situações de maior grau de complexidade clínica. Quanto à taxa de ocupação do Serviço foi de 65%, o que supera em 12% os dados do ano anterior e uma redução de custos de 1%, em 2013. Foram realizadas 9.581 consultas, ultrapassando largamente os números do ano anterior. Quanto ao tempo de espera, o Director do Serviço, refere que o tempo médio é adequado à patologia, oncológica e não oncológica, afirmando que "todos os doentes são tratados em tempo clinicamente útil". A coesão e motivação da equipa, bem como a estreita colaboração da equipa de enfermagem com a equipa médica, são os factores determinantes para os resultados obtidos.

Face ao dinamismo desta equipa, as Jornadas de Urologia registam um número crescente de participantes, maioritariamente médicos e enfermeiros, que durante dois dias poderão debater experiências com os maiores especialistas nacionais da área da urologia.

            Este ano as Jornadas têm como novidade, no início do primeiro dia, uma sessão de divulgação do empenho na diferenciação dos cuidados prestados no Centro Hospitalar do Médio Tejo, como salienta o Director de Serviço e responsável pelas Jornadas. Acrescenta ainda que a grande aposta das Jornadas assenta em "propôr a debate temas que terão muita utiilidade do ponto de vista prático". Quanto às expectativas são, como habitualmente, muito boas, salientando que "já temos um elevado número de inscritos, para além de podermos contar com palestrantes e conferencistas de nível científico muito elevado".

A Incontinência urinária feminina é um dos temas com destaque, na manhã deste primeiro dia, uma patologia em que a melhoria dos meios de tratamento deste, quer medicamentosos, quer cirúrgicos, "faz aumentar as expectativas da melhoria da qualidade de vida que tem a cura da incontinência urinária", como explica o Director do Serviço de Urologia do CHMT, acrescentando que não se verifica um aumento significativo desta patologia, mas "as pessoas têm cada vez mais acesso à informação, o que poderá aumentar a procura dos nossos serviços".

            As Jornadas do Serviço de Urologia do Centro Hospitalar do Médio Tejo, contam com o patrocínio científico da Ordem dos Médicos, Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, Sociedade Portuguesa de Andrologia e Associação Portuguesa de Urologia.

Ler mais »

Medicina Sexual em debate nas Jornadas de Urologia

 Data: 2014-03-30

O Fórum Medicina Sexual encerrará os trabalhos do primeiro dia das Jornadas do Serviço de Urologia do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), que irão decorrer nos dias 4 e 5 de Abril, em Tomar, subordinadas ao tema "Urologia Actual: debate hoje, melhor prática amanhã".

            O Fórum Medicina Sexual reunirá a visão e a experiência da Urologia e da Ginecologia e que abordará, entre outros, o tema da Anti concepção feminina e masculina, nomeadamente a vasectomia bilateral, contando com a presença dos especialistas Nuno Monteiro Pereira (Urologista), Pepe Cardoso(Urologista), Ivone Caçador (Ginecologista)  e Pedro Melo (Urologista).

            "O fórum de medicina sexual impõe-se realmente, porque nesta área é importante uma abordagem multidisciplinar com várias especialidades médicas, como a endocrinologia, cardiologia, psiquiatria, psicologia e ginecologia. A procura da resolução destes problemas tem aumentado, o que constitui também motivo para que se tivesse incluído este tema nas Jornadas" - afirma João Dias, Director do Serviço de Urologia do CHMT e responsável pelas Jornadas.

O carcinoma da próstata  e o seu tratamento é outro dos temas em destaque na tarde de sexta-feira, contando com a participação de Urologistas de diferentes unidades hospitalares, nomeadamente Mendes Silva, Quinídio Correia, Fortunato Barros, Juan Carlos Monteverde e Pedro Soares.

A Litíase Urinária e Cólica Renal: desmistificando as atitudes, que reunirá na mesma mesa especialistas de Urologia como Garção Nunes, Ferdinando Pereira, Hugo Coelho e Tiago Neves e de Nefrologia. Sequeira Andrade e Hernâni Gonçalves.

A Litíase urinária e cólica renal são situações frequentes na consulta de urologia do CHMT. "É um problema muito prevalente no nosso meio, causando grande incómodo, e por vezes, graves prejuízos à saúde", afirma o Director do Serviço, acrescentando ainda que são mais afectadas as pessoas com mais de três décadas de vida, sendo raras as cólicas renais em idade pediátrica.

Infeções urinárias: verdadeiro problema de Saúde Pública é o tema que contará com intervenções de diferentes especialidades, nomeadamente Urologia com Fernando Girão e Paulo Jorge Dinis, Medicina Geral e Familiar com António Branco e Ricardo Vicente; Medicina Interna por Cristina Gonçalves e Marta Sousa.

João Dias sublinha a importância do tema, uma vez que as infecções urinárias são "um grande problema de saúde pública, devido às consequências para a saúde, mas também por ser causa de grande absentismo laboral e ter custos elevadíssimos no diagnóstico e tratamento".

.As Jornadas do Serviço de Urologia do Centro Hospitalar do Médio Tejo constituem um acontecimento muito significativo no plano da formação global dos profissionais de saúde, contribuindo para a melhoria da prática futura, em que a principal aposta assenta na diversidade e abrangência dos conferencistas convidados, de várias formações e especialidades.

A confirmar a reconhecida qualidade e importância deste evento que reunirá cerca de quatro centenas de participantes, conta com o patrocínio científico da Ordem dos Médicos, Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, Sociedade Portuguesa de Andrologia e Associação Portuguesa de Urologia.

Ler mais »